quarta-feira, 18 de março de 2009

Cálculo


Perto ao peito pulsa o tenso
pobre perpétuo calo
Daí posso fazer
o cálculo
do ângulo

entre aquilo que penso e o que falo...

Um comentário:

Kamikaze Kiwi disse...

Ai, amo esse poema, e a imagem é perfeita corazón!!